Porto de Pedras: um Paraíso escondido em Alagoas

Depois de passar 3 meses coletando os dados da minha tese de mestrado no sul do Brasil, eu, Dimi, meu irmão e minha cunhada planejamos fazer uma viagem dentro do País. A ideia era conhecer um lugar novo e acessível de carro saindo de Juazeiro do Norte (Ceará).

Olhem que água clarinha? (Praia do Patacho, Porto de Pedras – Alagoas)

Maragogi (Alagoas) parecia uma boa opção. As fotos que vemos das praias e piscinas naturais são bastante atraentes. No entanto, o turismo nessa cidade vem crescendo mais e mais a cada ano. Como queríamos algo mais tranquilo e menos tumultuado, pesquisamos uma cidade próxima a Maragogi e encontramos Porto de Pedras.

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Porto de Pedras – Alagoas

Eu já conhecia um pouco Porto de Pedras. A região é famosa por ser habitat de um mamífero aquático muito carismático, o Peixe-boi. Sou bióloga marinha e já havia feito um estágio em 2005 na base do Projeto em Porto de Pedras.

As praias têm as mesmas belezas de Maragogi, piscinas naturais com águas azuis e bem clarinhas, coqueiros a perder de vista, e com uma grande vantagem de ter menos turistas.

Porto de Pedras Alagoas dmtrips

Praia do Patacho, Porto de Pedras – Alagoas

Quando viajar

A temperatura anual da região varia muito pouco, com média de 25°C. A época seca vai de outubro a janeiro, quando a água do mar está mais azulzinha (melhor época pra viajar).

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Praia do Patacho, Porto de Pedras – Alagoas

A época chuvosa vai de abril a agosto. Devido à chuva, é possível que a água esteja mais turva nesse período.

Como chegar

Infelizmente as estradas da região ainda são precárias. Para chegar a Porto de Pedras, você terá que pegar caminho estreitos e até de barro.

Mesmo com o GPS pode ser complicado em certas ocasiões, seja por falta de sinal ou porque o GPS te colocou em uma estrada sem saída. Mas faça como o velho e bom dito popular “Quem tem boca vai a Roma” (eu sei que o original é outro, mas esse se encaixa melhor no nosso contexto). As pessoas na região são bem prestativas e gostam de ajudar. E no final, valeu muito a pena!

Carro

O ideal é alugar um carro, tanto para realizar a viagem, como para se locomover dentro do município.

Meu irmão, minha cunhada e o Dimi foram de carro de Juazeiro do Norte a Porto de Pedras. Portanto, tínhamos o carro à nossa disposição.

Outra alternativa seria pegar um avião para Recife ou Maceió, alugar um carro por lá e fazer a viagem até Porto de Pedras. Saindo de Recife, a distância é de 213 km e a viagem dura em média 3 horas e 15 minutos. De Maceió, são 110 km percorridos em aprox. 2 horas.

Transporte Público

Eu estava passando um período no Rio Grande do Sul. Peguei um vôo de lá até o aeroporto de Maceió. Depois percorri a seguinte rota: Aeroporto Maceió == (Uber) ==> Rodoviária Maceió == (microônibus) ==> Porto de Pedras.

Acredito que devido ao pouco turismo em Porto de Pedras, existem ainda poucos transportes públicos disponíveis para esse destino. Em vários lugares na internet consta que não existem ônibus pra lá. Mas existem.

Eu era a única turista no microônibus. Todos os demais eram nativos. A viagem durou em média 5 horas. E olhe que não é tão distante. Mas o motorista parava de 10 em 10 minutos. Ele parava, conversava com um aqui, outro aculá, até parou pra comprar pão! Descia e subia gente o tempo todo. Alguns tiveram que fazer a viagem em pé. Pense numa aventura!

Depois que cheguei em Porto de Pedras, minha cunhada e o Dimi foram me buscar na parada de ônibus.

Transfer

Outra alternativa é contratar um Transfer saindo dos aeroportos de Recife ou Maceió.

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Casa da Laís em Porto de Pedras – Alagoas

Hotel

Meu irmão encontrou a casa da Laís através do Airbnb e entrou em contato com ela. Depois de conversar todos os detalhes fechamos a casa por 4 noites.

Se você procura aproveitar seus dias com tranquilidade e confortocom certeza vai gostar de lá.

Leia mais: Resenha completa sobre nossa hospedagem em Porto de Pedras.

O que fazer

Primeiro Dia

Logo no primeiro dia, fiz questão de marcar um passeio de jangada pra ver o peixe-boi de perto. Eu trabalhei 2 anos com essa espécie, mas sinto um prazer enorme em vê-los novamente. Além disso meu irmão e minha cunhada nunca tinham visto um desses “gordinhos” de perto.

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Passeio de Jangada pela Associação Peixe-boi no Rio Tatuamunha – Alagoas

A Associação Peixe-boi realiza diariamente passeios de jangada pelo Rio Tatuamunha para observar de perto o Peixe-boi marinho. A cada dois anos, os condutores responsáveis pelos passeios são capacitados pelo ICMBio (órgão responsável pela pesquisa e conservação dos mamíferos aquáticos no Brasil).

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Momento em que a condutora estava falando sobre o Manguezal

Para agendar o passeio, primeiramente eu enviei um e-mail. Mas como não recebi um retorno, liguei pro telefone abaixo e foi mais rápido.

Telefone: (82) 3298-6247

E-mail: contato@associacaopeixeboi.com.br

Para obter mais informações basta acessar o site.

É uma experiência bem interessante! Pudemos observar alguns indivíduos durante o passeio. Um deles estava próximo à beira do rio, bem pertinho da nossa jangada.

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Passeio de Jangada pela Associação Peixe-boi no Rio Tatuamunha – Alagoas

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Olha como é possível observar ele bem de pertinho?

Depois do passeio, fomos almoçar no Restaurante do Enildo, em São Miguel do Milagres, um município vizinho.

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Vista da praia do Restaurante do Enildo, São Miguel dos Milagres, Alagoas

O restaurante ficava em frente à praia. O filho da dona até fala inglês (muito difícil encontrar alguém pela região que fale outro idioma). A comida é uma delícia! Além disso o pessoal é bem simpático. Super recomendo!

Depois voltamos pra casa e passamos a tarde curtindo a praia (que ficava logo à nossa frente).

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Porto de Pedras é muito linda! (Praia do Patacho, Porto de Pedras – Alagoas)

Segundo Dia

Os estados de Pernambuco e Alagoas têm uma característica muito marcante. Na maré-baixa, o nível do mar baixa drasticamente, sendo possível andar praticamente 1 km “mar adentro”. No entanto, quando a maré começa a subir, é preciso voltar rápido, pois em menos de uma hora a água já está na altura da cintura.

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Tem bastante ouriço-do-mar pelo caminho. Então não vá descalço (a)!

Eu olhei no dia anterior os horários das tábuas de maré para fazermos a caminhada “mar adentro”. Tomamos banho, fizemos alguns vídeos e eu notei que a maré já estava subindo. Logo alertei aos demais.  O Dimi quis ficar mais um pouco curtindo as piscinas e achava que daria tempo. Começamos enfim a retornar. E a maré subindo. A água já estava acima do umbigo! Tínhamos equipamentos como câmera e celulares na mochila. Por pouco não conseguimos voltar! As mochilas e bolsas tiveram que ir acima da cabeça! De novo, pense numa aventura!

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Praia do Patacho, Porto de Pedras – Alagoas

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Bora irmão, força!

Na volta compramos um peixe e fizemos nosso almoço em casa. À tarde tentei convencer meu irmão a fazer ginástica comigo. Ele pelo menos tentou, mas parou no meio do caminho, hahahaha!

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Irmão: “Mariana, tu consegue fazer cosquinhas no teu próprio suvaco? Assim?” hhahahahha!!

Terceiro Dia

Nesse dia fizemos o passeio para as piscinas naturais de jangada. Assim pudemos aproveitar mais sem passar novamente um sufoco. Se você se hospedar na mesma casa em que ficamos, pode falar com o caseiro que ele te ajuda a marcar esse passeio.

Só é possível ver as piscinas naturais durante a maré-baixa, quando formam-se poças de água entre os recifes. Dá pra ver peixes, siris, estrelas e ouriços-do-mar, dentre outros animais marinhos. É bem interessante. E a água é tão azulzinha!

Porto de Pedras Alagoas Dmtrips

Quero voltar pra lá!

Nesse dia almoçamos novamente no Restaunte do Enildo. Dessa vez pedimos uma lagosta ao leite de coco. Estava deliciosa. Um pouco cara, mas oportunidades assim surgem uma vez na vida.

À tarde arrumamos nossas coisas para voltar no dia seguinte.

Outras opções

Se você tiver de carro, pode visitar Maragogi. Fica a menos de uma hora. Lá é possível realizar mergulhos e mais passeios.

Calmaê, não vai embora!

Sentiu falta de alguma informação que esquecemos de falar? Se tiver sugestões ou perguntas, manda brasa! Vamos adorar te ler! E não esqueçam de nos seguir no Instagram para ficar a par de todas as dicas e fotos que postamos @dmtripsblog. Xêro e até o próximo post 😉

Related Post

Share with your friends!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedIn

3 comentários sobre “Porto de Pedras: um Paraíso escondido em Alagoas

  1. Pingback: Porto de Pedras: a hidden Paradise in Alagoas | Dimi & Meuri Trips

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *